• drafernandacalil

Parar com a medicação por conta própria

São diversas as razões que levam muitos pacientes a não pensarem duas vezes ao abandonar o tratamento prescrito pelo médico antes da hora. Não gostam dos efeitos colaterais, já se sentem melhor, não têm dinheiro para comprar os remédios, enfim, há uma série de motivações. Porém, o perigo dessa súbita interrupção é bastante real.

Seguir à risca a recomendação médica exige disciplina e cuidados. É importante, sobretudo, não deixar de tomar as medicações antes do prazo determinado pelo médico.

Quando o médico recomenda um tratamento, tem em vista que a ação do medicamento se dá em determinado período, que deve ser seguido. Os tratamentos definidos pelos especialistas são embasados em estudos científicos que avaliaram e estipularam a forma e o tempo ideal de sua solicitação. Não cumprir corretamente a terapêutica indicada significa que o paciente está sob um grande risco de não ter a sua saúde restabelecida. Existem algumas patologias que são de tratamento curto, por alguns dias, e outras de tratamento prolongado, até mesmo para o resto da vida. O tratamento interrompido antes do previsto é prejudicial ao paciente, que pode não ficar curado, não melhorar e até piorar.

Há possibilidade ainda de serem observados falta de eficácia do remédio, aumento de resistência aos medicamentos e surgimento de sintomas da interrupção. Nenhum tratamento deve ser abandonado antes do prazo!





2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo